20, novembro, 2017

A história da cerveja

Degustação de Cerveja
Degustação de Cerveja

Você, leitor desta coluna e ávido bebedor de cerveja, algum dia parou pra procurar sobre a origem da cerveja? Se sim, já sabia que a bebida que tanto amamos e que hoje apresenta tantas variações de gostos e sensações foi descoberta não mais que por acaso na África, há cerca de 10 mil anos, pelas primeiras civilizações agrícolas. A história da cerveja é longa, então vou dividi-la em duas partes.

A cerveja da Antiguidade não era nada parecida com o que temos hoje, claro. A única característica comum era a fermentação de cereais, que produzia um líquido que era considerado mágico, pois alimentava as pessoas e as deixava mais alegres e saudáveis (acho que ainda hoje isso é válido, não?). 

Além de servir de alimento, era considerada um líquido sagrado e é representada em muitas ilustrações antigas como bebida presente em rituais religiosos ou associada aos deuses. A civilização suméria até adorava uma deusa da cerveja (sim, uma mulher): Ninkasi. Aliás, o papel da mulher no surgimento e no estabelecimento do consumo de cerveja, tanto na Antiguidade, quanto na Idade Média, era importantíssimo. A produção de cerveja era uma das tarefas de casa, realizada pelas mulheres. Na Inglaterra medieval havia até um nome específico para as cervejeiras: alewives.

Ao longo do tempo, os homens perceberam que o comércio de cerveja era algo bastante lucrativo e logo lançaram mão da força e do machismo para diminuir, por meio de leis, a participação das mulheres na produção e, posteriormente, no consumo da bebida. Hoje, mais de 900 anos depois, nós mulheres estamos recomeçando a nos apropriarmos dessas atividades – beber e fazer cerveja.

Cerveja HistoriaAlém das mulheres, a Igreja Católica teve um papel importante no estabelecimento do comércio de cerveja, pois as primeiras produções comerciais dessa bebida foram dentro de mosteiros. Essa produção dura até hoje, com as cervejas belgas sendo as mais conhecidas dentre as produzidas por monges.

E já que estamos na Idade Média, temos que lembrar que ainda não havia países como os de hoje. Invasões ocorriam o tempo todo e os povos vencedores empurravam sua cultura goela abaixo aos povos vencidos. Porém, como cerveja sempre foi uma bebida maravilhosa, ao invés de tornar-se secundária e inferior em relação ao vinho trazido pelos normandos (atuais franceses) para a Inglaterra, ela conquistou, aos poucos, o paladar dos invasores.

Paralelamente, na Alemanha, a produção de cerveja já estava a todo vapor havia algumas centenas de anos. A população consumia mais cerveja do que água (acho que até hoje isso se mantém) e a qualidade começava a se tornar importante para os nobres que consumiam – e lucravam com a venda – da bebida…

Então já chegamos na cerveja contemporânea? Calma, ainda tem muita história pela frente!

Bia AdjafreBeatriz Adjafre é apreciadora dos bons drinks e das boas conversas. Desde 2016 vem estudando, de maneira informal, sobre cervejas. É cheia de opiniões, muito curiosa e ama aprender e conhecer lugares novos. Para além da cerveja, é Pesquisadora e Mestranda na Universidade Estadual do Ceará.
Colunista do Portal Sabores

Colunistas

Ver tudo
28 de junho de 2018

Onde encontrar gelato vegano em Fortaleza?

Autor: Raquel Pessoa

22 de junho de 2018

Awaken Love e Festival Vida e Arte

Autor: Raquel Pessoa

12 de junho de 2018

Dia dos Namorados no Jardim

Autor: Raquel Pessoa

css.php