5, janeiro, 2015

5 dicas valiosas para guardar cerveja em casa

Na coluna desta semana, o sommelier João Filho traz cinco sugestões para quem curte guardar cerveja em casa

Cervejas (Foto: Divulgação)
Coluna de hoje te ensina a armazenar corretamente sua cerveja (Foto: Divulgação)

Não existe nada melhor do que tomar sua cerveja favorita no ápice do seu aroma e sabor, porém como todo alimento, a cerveja, se mal armazenada, poderá sofrer danos e perder qualidade.Pensando nisso, compartilhamos 5 dicas básicas de como armazenar sua cerveja corretamente e evitar que ela venha a desapontá-lo posteriormente.

#1 – “Beer Erectus”
Assim como o vinho, há uma maneira certa e uma não tão boa maneira de armazenar garrafas de cerveja que você está mantendo por mais tempo. O correto no caso das cervejas é colocá-las na posição vertical, e não na horizontal. Dessa forma a área de contato da cerveja com o ar será menor, o que resulta numa menor oxidação do líquido. Isto também assegurará que a levedura (ou sedimentos) fiquem depositados no fundo da garrafa, em vez de deixar um anel de levedura ou marca d’água do lado, que vai acabar se misturando na hora de ser vertida no copo. Mas e as cervejas rolhadas?! Também seguem a regra, se a cerveja ficar em contato com a rolha durante um longo período de tempo pode realmente ter o aroma e sabor modificados. Em suma, cerveja boa é cerveja em pé! 

#2 – Seres da sombra

Cervejas (Foto: Divulgação)
Embalagens com cores escuras garantem qualidade da cerveja (Foto: Divulgação)

Pense nas cervejas como vampiros, ou seja, elas detestam luz. Sendo assim, escolha um local escuro para armazenamento das suas cervejas. O contato com a luz pode danificar a cerveja causando um efeito chamado de” light struck”, o que significa que ela pode ficar com um aroma muito parecido com algo que um gambá pode produzir.

A garrafa marrom tendem a proteger melhor a cerveja dos malignos efeitos da luz, já as verdes e as transparentes nem tanto. 

#3 – Que calor é esse?!
O calor é outro grande inimigo das cervejas, de modo que é melhor manter a cerveja em temperaturas frias, mas nunca congeladas! O local de armazenamento mais adequado é uma adega de cerveja, na falta a melhor opção é a geladeira, porém o armazenamento a longo prazo em uma geladeira não é recomendado, e lembre-se de não colocar na porta, que é sempre aberta e sujeita a alterações de temperatura e luz.

A temperatura de armazenagem ideal para a cerveja depende do seu estilo:
– As de maior teor alcoólico como por exemplo as barley wines, imperial stouts e tripels, gostam de temperaturas de 12,8 ° C a 15.5 ° C,  o que em alguns locais pode até ser a temperatura ambiente.

– As Pale Ales, IPAs, Lambics, Stouts, Dobbelbocks, preferem uma temperatura de armazenamento em torno de 10 ° C a 12,8 ° C.

– Cervejas mais leves como as Pilseners, Witbier, Helles e cervejas de trigo, se beneficiam numa temperatura de armazenamento em torno 7,2 ° C a 10 ° C.

Mas a menos que você tenha várias adegas de cerveja, cada uma dedicada a estilos diferentes, a melhor opção para o armazenamento é deixá-las na temperatura de 10 ° C a 12,8 ° C. Não tenho espaço para armazenar todas as cervejas que eu tenho, o que faço? Neste caso beba logo e se possível me convide.

#4 – O dia depois de amanhã
cerveja guardar
Saber quanto tempo você pode armazenar cerveja é fundamental, a maioria das cervejas foram feitas para o consumo rápido, porém existem cervejas que podem evoluir com o tempo. Dependendo do estilo da cerveja, processo de fabricação, e condições de armazenamento, existem cervejas que podem durar de 6-8 meses, ou até 15 anos. Em geral, as cervejas comuns podem ser armazenada de quatro a seis meses.Cervejas mais lupuladas devem ser consumidas rapidamente, pois com o tempo a pegada do lúpulo vai perdendo potência no aroma e sabor. Algumas cervejas com mais de 7% de álcool tendem a se sair melhor para fins de envelhecimento. Em outras palavras, a não ser que a cerveja ofereça a possibilidade envelhecimento, tome ela o mais rápido possível, pois ao contrário de vinhos mais caros,  elas não melhorarão com o tempo.

#5 – Tá na garantia?!
Seja artesanal ou produzida por grandes companhias, a cerveja também tem um intervalo de tempo estipulado para o consumo, mas isso não quer dizer que elas estarão intragáveis depois disso. O que acontece é que existe um período de tempo em que o consumo da cerveja tende a ser melhor, e depois desta data a cerveja começa a perder suas características mais valiosas, como o aroma, a textura e até mesmo a cor.

É isso galera, espero termos ajudado a conservar por mais tempo as boas cervejas de vocês. Não custa lembrar que é fundamental dar uma conferida onde você costuma comprar cerveja, afinal de nada adianta todo esse cuidado em casa se a cerveja já vem danificada do ponto de venda. E vocês, conhecem alguma outra dica? Não quero ver ninguém reclamando que bebeu cerveja estragada ok?!

João Filho
Beer Sommelier formado pela Science of Beer.
Responsável pelo blog Cervas Clube
Nas horas vagas Professor e Publicitário.
Colunista do Portal Sabores

 

Colunistas

Ver tudo
22 de fevereiro de 2020

Como cuidar da saúde no carnaval, evitar a ressaca e mais

Autor: Raquel Pessoa

28 de novembro de 2019

As “cervezas” dos “hermanos”: cenário e cervejas na Argentina

Autor: Samuel Magalhães (@SamCervas)

css.php