24, julho, 2013

A simples e sofisticada cozinha da bota

3
A receita da coluna de hoje: Espaguete à Carbonara

Dentre os principais patrimônios que caracterizam a Itália, além de suas belezas paisagísticas e de sua arte, está a gastronomia. A cozinha italiana é talvez uma das mais ricas do mundo, principalmente no que diz respeito aos ingredientes característicos da cozinha típica e regional.

Isso é, sem duvida, consequência dos vários povos que passaram pela península Itálica através dos séculos e lá deixaram sua marca com a introdução de novos elementos e alguns pratos hoje apreciados em todo o mundo.

Umas das etnias que mais influenciou na formação dessa cultura foram os árabes, a partir do século IX, principalmente na Sicília.A partir de 1600 os espanhóis também deixaram sua marca, principalmente com novos produtos originários da América como, por exemplo, o tomate, a batata, o feijão, o milho, o cacau, o rum e o café.

Na época de Napoleão Bonaparte, os franceses transmitiram e agregaram à culinária italiana a utilização de pratos com produtos derivados do leite, como manteiga e creme de leite.Eles também ensinaram aos cozinheiros italianos formas mais refinada de apresentação dos pratos, com um visual mais elaborado.

Com a imigração dos italianos para a América (Nova York, Buenos Aires e São Paulo), a partir de 1900, a Itália exportou sua culinária, principalmente com napolitanos, que passaram a divulgar a pizza e o famoso “spaghetti al sugo”, pratos conhecidos e apreciados em todo o mundo.

Hoje a receita será de um prato que acho bastante difícil a pegada do ponto, trata-se do Espaguete à Carbonara:

Untitled-1

           2

Bom apetite, e em breve aqui em Fortaleza uma escola de gastronomia para executivos.

Colunistas

Ver tudo
22 de fevereiro de 2020

Como cuidar da saúde no carnaval, evitar a ressaca e mais

Autor: Raquel Pessoa

28 de novembro de 2019

As “cervezas” dos “hermanos”: cenário e cervejas na Argentina

Autor: Samuel Magalhães (@SamCervas)

css.php