11, julho, 2014

Almoço regional e bem cearense

Nessa sexta, a dica é experimentar um almoço regional e tipicamente cearense – clique e confira

Carneiro atolado do Tilápia Restaurante (Divulgação)
Carneiro atolado do Tilápia Restaurante (Divulgação)

O Ceará não marca feio quando o assunto é culinária. A sua gastronomia traz alguns condimentos e pratos irresistíveis, principalmente aos que apreciam muito sabor. No sábado, falamos um pouco de algumas das delícias do Ceará; seus pratos típicos e espetáculos gastronômicos. O dia hoje é de almoçar com o gostinho do bom tempero cearense, e por isso indicamos algumas das melhores casas com um almoço regional bem farto.

Pronto para se deliciar? Experimente almoçar em um dos locais abaixo. Bom apetite!

Tilápia Restaurante

Levando o nome do peixe de água doce mais popular em terras brasileiras, a cozinha da casa está sob o comando de Valdir Nascimento. Natural de Reriutaba, no Ceará, o chef não poupa nas invenções regionais e entrega pratos deliciosos com ingredientes da terra, como capote, carneiro e o que dá nome ao estabelecimento, a tilápia.

Pernil de carneiro (Divulgação)
Pernil de carneiro (Divulgação)

Tendo vencido o prêmio da Veja Comer & Beber na categoria brasileiro/regional, o Tilápia traz pratos como o filé recheado de camarão, empanado na farinha panko e frito, acompanhando talharim na manteiga. A peixada cearense e a galinha caipira cozida são outras pedidas clássicas da cozinha do Ceará que são servidas no local. Há também o carneiro atolado no jerimum, sendo coberto com queijo e tempero na medida certa, além da cobertura do jerimum, o jeito mais cearense de chamar a abóbora. Ao todo, são mais de cinquenta receitas especiais típicas.

Tilápia Restaurante
Rua Vicente Leite, nº 1131, Aldeota
Funciona de terça a quinta, de 11h às 15h e de 18h às 00h. Sexta e sábado, das 11h à 0h. Aos domingos, de 11h às 18h.
Telefone: (85) 3268-1734

Delícias do Sertão

Aberto em 1998, o restaurante oferece pratos à la carte, além do famoso buffet. Quando o assunto é comida regional, a casa é referência na cidade. Queijo de coalho assadocarne de sol trinchada na manteiga da terra com cebola-roxa, galinha caipirapaçoca, pirãomacaxeira fritacarneiro e feijão verde estão no cardápio.

Serviço

Rua/Av: Santos Dumont, 938
Bairro: Aldeota
Telefone: (85) 3231.2100
Site: www.deliciasdosertao.com

Dias e horários de funcionamento: todos os dias, das 11h até o último cliente.
Outros endereços: Av. Godofredo Maciel, 5421. (85)3296.1323 / Av. Pontes Vieira, 1266. (85) 3227.1281.

Galinha Caipira
Galinha Caipira

Lá na Roça

Tendo vencido o prêmio de melhor restaurante de comida regional da Veja Comer & Beber de 2012, o Lá na Roça continua a oferecer diversas opções da nossa culinária a seus comensais.

Para começar, há o farto self-service, com muita riqueza de pratos e variedade. De segunda a sexta, o bufê recebe por volta de 40 receitas tipicamente nordestinas (R$ 42,50 o kg). Há pratos como arroz de leite,torta de carne do solcarneiro cozido e baião de dois para a livre escolha dos clientes. Já aos sábados, domingos e feriados (R$ 46,50 o kg), a oferta maior é de algumas das receitas mais famosas e de elaboração mais difícil da comida regional, como a panelada e a buchada.

O cliente também dispõe de um cardápio à la carte, onde há a possibilidade escolher algo além do self-service. Algumas escolhas possíveis são a peixada completa, a galinha caipira completa ou até o capote guizado, todos pratos para dois. A casa também serve cafés da manhã fartos para os que querem começar o dia bem alimentados. Nossa indicação é a tapioca quentinha com uma xícara de café.

Lá na Roça Eusébio

Av. Eusébio de Queiroz, 4425 – Eusébio
Aberto todos os dias, das 8h às 15h, e aos domingos até as 16h.
Fone: (85) 3260.2464 – 9915.0467 – 8569.8351

Lá na Roça Fortaleza
Rua Capitão Antonio de Aguiar, 41 – Aldeota
Aberto todos os dias, das 8h às 15h, e aos domingos até as 16h.
Fone: (85) 3224.6061 – 9822.2211

Colunistas

Ver tudo
22 de fevereiro de 2020

Como cuidar da saúde no carnaval, evitar a ressaca e mais

Autor: Raquel Pessoa

28 de novembro de 2019

As “cervezas” dos “hermanos”: cenário e cervejas na Argentina

Autor: Samuel Magalhães (@SamCervas)

css.php