15, outubro, 2013

Caldo de Cana: Jandaia lança produto inédito no Mercado Brasileiro

Consumido tradicionalmente em feiras livres do país, o caldo de cana ou garapa como é chamado em algumas regiões agora pode ser encontrado em caixinha

578731_520617954695607_1831746124_nOriginária da Nova Guiné, a cana de açúcar foi amplamente cultivada na Índia, antes foi levada para a Europa pelos mouros no século VIII. Hoje, a cana de açúcar é cultivada em mais de 200 países, incluindo Brasil, o maior produtor mundial. Agora, com o Caldo de Cana Jandaia as pessoas podem levar a bebida em caixinha para qualquer lugar e aproveitar ao máximo os seus nutrientes.

Em parceria com consultor de Marketing Alexandre Oliveira, a Jandaia desenvolveu o projeto. De acordo com Eduardo Figueiredo, Diretor Comercial da Sucos Jandaia foram investidos R$800,00 mil reais nesta primeira fase do projeto, entre concepção, desenvolvimento, equipamentos e estruturação do produto. O Caldo de Cana Jandaia será distribuído para todo o Brasil.

O caldo de cana é uma bebida bastante comum no Brasil, principalmente em regiões mais quentes onde ele é apreciado bem geladinho. É considerada uma bebida energética por isso, é muito consumido por atletas. Possui diversas propriedades nutricionais que proporciona muitos benefícios para a saúde. Fonte importante das vitaminas B e C. É também um alimento rico em nutrientes que possui um alto teor de minerais como ferro, cálcio, potássio e magnésio. Contém ainda antioxidantes que combatem o envelhecimento celular.

A bebida é perfeita para crianças em fase de crescimento e é um repositor energético 100% natural para os pequenos nesta fase de desenvolvimento. Também pode ser usada como reposição rápida de energia para atletas, após a prática esportiva com a função de recarregar as energias e evitar a queima de massa muscular.

A Dra. Priscila Di Ciero é Nutricionista, Especialista em Nutrição Esportiva Funcional em São Paulo, afirma que o caldo de cana é quase uma pedida certa para acompanhar tapiocas, pastéis e outros petiscos nem sempre saudáveis. “Do ponto de vista nutricional, o caldo de cana, além de conter grande percentual de açúcar, que faz excelente fonte de carboidrato de rápida absorção, possui também numerosos sais minerais como: cálcio, fósforo, ferro, cloro, potássio, sódio e magnésio e algumas vitaminas do complexo B. É composto de 70% de água, 3% de glicose, 3% de frutose, 0,5% de proteínas, entre outras.”

Priscila dá uma dica: “Sob orientação de nutricionista pode-se associar a proteína hidrolisada ou proteína isolada de soja e um blend de proteínas, ao caldo de cana após treinos intensos. Isso auxilia na recuperação, repõe parte do glicogênio perdido e, claro, se associado com proteína, carreia mais aminoácidos para dentro da musculatura, com muito mais eficiência, acrescenta. Além disso, complementa é uma bebida natural e ajuda a hidratar por conter sódio e potássio, auxilia no restauro do sistema imunológico pela quantidade de vitaminas que apresenta e, combinado a outra fruta como, por exemplo, limão e abacaxi, meio a meio é um excelente antioxidante”.

A nutricionista chama atenção para a moderação no consumo. “A bebida é saudável, mas especialmente se o indivíduo não pratica atividade física regularmente e não sabe por quantas anda sua glicemia é importante não exagerar no consumo, pois o caldo de possui carga glicêmica elevada, completa.”

Confira mais sobre o Caldo de Cana Jandaia no hotsite especial: www.sucosjandaia.com.br/caldodecana

Colunistas

Ver tudo
31 de agosto de 2019

Fim de férias no delicioso Hotel Parque das Fontes de Beberibe

Autor: Patrícia Ferreira (Gourmet Fortaleza)

css.php