7, dezembro, 2012

Cervejas de trigo

 

Quando falamos em cerveja de trigo, a maioria das pessoas já lembra daquelas servidas nos copos grandes e bojudos com aquele ritual de girar a garrafa para servir o fermento. Essa cerveja de trigo mais conhecida é a variedade alemã, conhecida como Weissbier (cerveja branca em alemão) ou Weizenbier (cerveja de trigo em alemão). O perfil padrão das Weizenbier traz aromas e sabores de banana e cravo produzidos durante a fermentação, além de um leve cítrico e amargor praticamente inexistente. A aparência turva se deve em parte pelo uso do trigo, mas principalmente pela não filtragem, o que conserva a levedura na garrafa. Podemos encontrar também versões filtradas e sem turbidez.
 
Apesar do domínio do mercado brasileiro por este tipo de cerveja de trigo, existem ainda mais duas variedades: a Witbier de origem belga e a American Wheat Beer de origem americana.
 
A Witbier (cerveja branca em neerlandês) é uma cerveja turva como a Weizenbier alemã, mas o perfil sensorial muda um pouco. O trigo também aparece e pode dar uma leve acidez, mas o mais marcante são os aromas e sabores cítricos e condimentados advindos do uso respectivamente de cascas de laranja e sementes de coentro na receita. 
 
A American Wheat Beer (cerveja de trigo em inglês) também se apresenta turva, mas em menor intensidade. O padrão de sabor e aroma tem um frutado mais discreto que o encontrado nas Weizenbier, mas, em compensação, o lúpulo aparece com notas cítricas típicas das variedades plantadas nos Estados Unidos e com um amargor presente, mas sem exagero.
 
Além do uso de trigo existe uma característica em comum entre as três variedades. Todas são extremamente refrescantes e combinam muito bem o calor do nosso verão. Com certeza vale a pena provar e decidir qual delas você gosta mais. 
 
Existem inúmeras opções de Weizenbiers no mercado brasileiro, mas hoje também é possível encontrar Witbiers e American Wheat Beers, algumas até mesmo feitas no Brasil.
 
Curiosidade: 
As cervejas de trigo não são feitas somente com malte de trigo. Este cereal pode fazer parte de até 50% do total de maltes utilizados na receita. Tecnicamente é difícil fazer cerveja somente com trigo. O malte de trigo ou mesmo o grão não maltado podem aparecer em receitas de outros estilos de cerveja contribuindo principalmente com uma maior formação de espuma.
 
Witbiers encontradas no Brasil:
Hoegaarden – A cerveja considerada clássica do estilo. Copiada por muitas devido ao sucesso que fez.
St Bernardus Witbier – Uma das melhores encontradas no Brasil. Feita na Bélgica.
Wals Witte – Feita no Brasil. Utiliza ingredientes diferentes da receita original.
 
American Wheat Beers encontradas no Brasil:
Anchor Summer Ale – Feita por uma das mais tradicionais cervejarias americanas.
Backer Três Lobos Exterminador – Feita em Minas Gerais. Leva capim limão na receita e tem uma boa dose de lúpulo, trazendo um agradável amargor.
BodeBrown Hop Weiss – Feita em Curitiba. Também leva uma boa dose de lúpulo na receita, trazendo um amargor agradável e refrescante.
 
Veja imagens das cervejas:
 
 
 
 
Rodrigo Campos Oliveira é editor do blog Para Que VoCerveja, cervejólogo e consultor para bares, restaurantes, lojas e eventos. Viajou o Brasil e o mundo visitando cervejarias e bares especializados. Adora cozinhar pratos que combinem com suas cervejas preferidas, da entrada à sobremesa. Ministra palestras e harmonizações com cerveja para dividir parte do conhecimento adquirido nos últimos anos. Fale com o colunista pelo twitter, facebook ou email: [email protected]
 
 

Colunistas

Ver tudo
28 de novembro de 2019

As “cervezas” dos “hermanos”: cenário e cervejas na Argentina

Autor: Samuel Magalhães (@SamCervas)

31 de agosto de 2019

Fim de férias no delicioso Hotel Parque das Fontes de Beberibe

Autor: Patrícia Ferreira (Gourmet Fortaleza)

css.php