20, abril, 2018

Comida di Buteco 2018 é a dica para o fim de semana em Fortaleza

Caldeirada Dragão do Mar
Cantinho Acadêmico Bar – petisco: caldeirada Dragão do Mar (frutos do mar (polvo, lagosta, camarão e atum)). Foto: Alana Almeida

Com o fim de semana chegando, agora é o momento ideal para reunir os amigos e celebrar. A quem gosta de boa comida, a pedida é o concurso Comida di Buteco, que acontece em Fortaleza e outras 20 cidades do Brasil. Na capital cearense, a competição segue até o dia 6 de maio, com 21 estabelecimentos participantes. Eles disputam o título de “melhor buteco da cidade” e a oportunidade de concorrer ao prêmio de melhor do país. A competição do Comida di Buteco 2018 está por toda a capital cearense, em bairros como Aldeota, Benfica, centro, Cidade 2000, Fátima, Joaquim Távora, Monte Castelo, Montese, Parangaba, Parquelândia, Parque São José e Varjota.

Franz Kafta
Espaço Casa da Sogra – petisco: Franz Kafta (descrição: Espetinho de carne moída com bacon e queijo. Acompanha farofa crocante, vinagrete de feijão verde, chimichurri e o maravilhoso tempero secreto da casa). Foto: Alana Almeida

Cada buteco participante tem um petisco concorrendo, com preço de, no máximo, R$25,90. O público e um corpo de jurados visita, vota e elege o campeão, avaliando quatro categorias (petisco, atendimento, higiene e temperatura da bebida). O petisco leva 70% do peso da nota e as demais categorias 10% cada uma. O voto do público vale 50% do peso total e dos jurados 50%. Ao final de maio, Fortaleza conhecerá o melhor buteco da cidade, que estará classificado para a etapa nacional.

Em junho, uma comissão de jurados, escolhida especificamente para esse momento, vai visitar os campeões de cada cidade avaliando sua performance nas mesmas quatro categorias (petisco, atendimento, temperatura da bebida e higiene). Cada campeão recebe 3 jurados (um jurado da sua cidade e dois de outras cidades). Elege-se aí o melhor buteco do Brasil, que será conhecido e premiado no mês de julho.

Linguiça húngara artesanal
Birosca 1545 – petisco: linguiça húngara artesanal (linguiça fina, feita com carne suína magra de paleta e pernil, condimentada com sal, pimenta, especiarias e embutida. Servida com uma maionese apimentada com folhas e grãos de mostarda. Para acompanhar a delicadeza da acidez do picles de macaxeira). Foto: Alana Almeida

Em todo o Brasil são quase 600 butecos participantes, presentes em 21 cidades das cinco regiões brasileiras. A relação nacional de todos os botecos pode ser vista em: http://www.comidadibuteco.com.br/. Como novidades, o concurso terá Florianópolis como cidade participante.

O Comida di Buteco foi criado em 2000, com a finalidade de resgatar e valorizar a cozinha de raiz através da visibilidade aos butecos espontâneos/tradicionais. Já pode ser considerado, não apenas um concurso, mas um movimento que envolve pessoas de todas as classes sociais e idades de norte a sul do Brasil.

Confira aqui a lista dos butecos participantes em Fortaleza.

Colunistas

Ver tudo
22 de fevereiro de 2020

Como cuidar da saúde no carnaval, evitar a ressaca e mais

Autor: Raquel Pessoa

28 de novembro de 2019

As “cervezas” dos “hermanos”: cenário e cervejas na Argentina

Autor: Samuel Magalhães (@SamCervas)

css.php