10, abril, 2015

Comida di Buteco começa hoje: conheça alguns petiscos

A edição do Comida di Buteco começa hoje em várias cidades brasileiras, incluindo Fortaleza: confira alguns petiscos e botecos competidores

O Comida di Buteco está de volta! A novidade, que visa escolher o melhor boteco e petisco da cidade, começa hoje em vinte cidades brasileiras. Uma das escolhidas é Fortaleza. Hoje vamos te mostrar algumas sugestões do que você já pode encontrar na capital cearense de delicioso para saciar o desejo de bom botequeiro. São quatro sugestões iniciais das 18 disponíveis. Com o tema frutas, os petiscos deste ano trazem leituras gastronômicas saborosas e criativas – confira!

Cajumôndegas, do Alpendre (Divulgação)
Cajumôndegas, do Alpendre (Divulgação)

ALPENDRE
Petisco: Cajumôndegas
Fruta: Caju
(Deliciosas almôndegas feitas com a carne de caju e temperadas com verduras. Acompanha molho especial barbecue)

Av. Rui Barbosa, 1386 ljs 1 e 2 – Aldeota (entrada pela Rua Torres Câmara). (85) 3261-1525
Funcionamento: Quarta a Sexta – 17h à 00h / Sábado – 9h às 20h

Inaugurado em 1988 como uma mercearia de produtos regionais, o Alpendre caiu no gosto do público que aprecia tomar aquela cervejinha com tira-gosto no final do dia. Hoje, a casa possui dois ambientes (climatizado e ao ar livre) e oferece pratos regionais com temperos locais, além de um cardápio com linha de linguiças e salsichas diferenciadas e cervejas importadas e nacionais.

Bar O Camocim_Pernil surpresa_Fortaleza_2015_web
Pernil Surpresa do bar O Camocim (Divulgação)

BAR O CAMOCIM
Petisco: Pernil Surpresa
Fruta: Banana
(Pernil recheado com banana e assado na panela. Acompanha farofa de banana)

Rua Padre Mororó, 1012 – Centro. (85) 3281-4786
Funcionamento para o concurso: Domingo a domingo – 16h à 00h
(OBS: O bar é aberto a partir das 13h, mas o petisco concorrente só é serviço a partir das 16h)

Localizado no Centro de Fortaleza, a fachada do bar O Camocim lembra os botequins do interior de outras épocas, o que torna o espaço mais aconchegante. O boteco abre diariamente para almoço, mas é ao final da tarde que a clientela chega para um animado happy hour. Carne de sol, carneiro, moela de galinha e torresmo são alguns dos petiscos mais pedidos pelos frequentadores do charmoso boteco. A cerveja gelada é uma ótima pedida para acompanhar os tira-gostos.

Bolinho de pernil suíno do Boteco do Barão (Divulgação)
Bolinho de pernil suíno do Boteco do Barão (Divulgação)

BOTECO DO BARÃO
Petisco: Bolinho de pernil suíno
Fruta: Frutas vermelhas
(Almôndega de pernil suíno com molho surpresa da casa)

Av. Rui Barbosa, 1314 – Aldeota. (85) 9981-1763
www.botecodobarao.com
Funcionamento: Segunda a sexta – 15h à 1h / Sábado – 11h às 1h

Um tem o talento para cozinhar e o outro, para comer, como ele mesmo diz. Um é o Barão, humorista cearense, e o outro, o empresário Ricardo Bandeira. Eles juntaram “a fome com a vontade de comer” e abriram, em julho de 2014, o Boteco do Barão. É um bar ao ar livre, no coração da Aldeota, com um diferencial que agrada de cara a quem chega de carro: tem um estacionamento próprio, gratuito com 75 vagas.

No cardápio, saborosos petiscos como a ova de curimatã, o bolinho suíno, criado pelo Barão, carne de charque e carne de sol “macia como filé”. Uma boa surpresa do cardápio é o pastel de bacalhau, no mesmo molde do famoso pastel que é vendido no Mercado Municipal de São Paulo. Para garantir a bebida gelada, o boteco tem uma câmara frigorífica, onde armazena cervejas tradicionais e especiais, além da diversidade de cachaças. Aos sábados, a partir das 13h, tem samba de mesa e um buffet de comidas típicas do Nordeste, no qual o cliente paga um valor e se serve a vontade.

Arroz de Camarão com Abacaxi do Papai, no Estoril (Divulgação)
Arroz de Camarão com Abacaxi do Papai, no Estoril (Divulgação)

ESTORIL
Petisco: Arroz de camarão com abacaxi do Papai
Fruta: Abacaxi
(Delicioso arroz com camarão e abacaxi preparado à moda da casa)

Rua dos Tabajaras, 359 – Praia de Iracema. (85) 8551-7645
Funcionamento: Sexta a domingo – 16h até o último cliente

Comandado por um dos mais tradicionais donos de bar da capital cearense, Carlinhos Papai, que desde os anos 90 atua no ramo. Onde quer que o seu bar funcione, atrai sempre os apaixonados pela arte de botecar, com tira-gostos variados, cerveja gelada e batidas saborosas. O botequeiro é reconhecido por seu incentivo aos músicos locais, promovendo sempre apresentações ao vivo de MPB em voz e violão, samba de mesa, chorinho, blues entre outros gêneros da boa música, e pelos tradicionais campeonatos de gamão e sinuca.

Atualmente o bar funciona no Estoril, antigo casarão da Praia de Iracema, construído originalmente em taipa na década de 1920, tombado em 1986 e substituído na década de 1990, por uma réplica em alvenaria após desabamento. O local é conhecido como um dos mais antigos redutos da boemia fortalezense.

Colunistas

Ver tudo
22 de fevereiro de 2020

Como cuidar da saúde no carnaval, evitar a ressaca e mais

Autor: Raquel Pessoa

28 de novembro de 2019

As “cervezas” dos “hermanos”: cenário e cervejas na Argentina

Autor: Samuel Magalhães (@SamCervas)

css.php