27, novembro, 2017

Como montar uma tábua de queijos para o Natal

Tábua de queijos
Tábua de queijos é a dica para a ceia de Natal (Divulgação)

Quem quiser surpreender amigos e familiares neste Natal e é apreciador e amante de queijos vai adorar conferir as dicas de hoje do grupo Barbosa & Marques, fabricante dos produtos Regina. A ideia é proporcionar uma degustação de uma deliciosa tábua de queijos, com diferentes texturas e sabores. Veja os itens que devem ser levados em consideração na hora do preparo:

Variedade: Um dos pontos principais para agradar aos convidados é oferecer diferentes sabores de queijos. O ideal é que seja de 3 a 7 tipos, mesclados entre sabores fortes e suaves;

Porção: Separe a quantidade ideal para cada pessoa. Cada uma consome, em média, 150g. Apesar dessa estimativa, prepare um pouco a mais para não correr o risco de faltar;

Preparo: Os queijos devem ser retirados da geladeira 45 minutos antes de serem servidos para que adquiram sua textura e sabor original. O frio serve apenas para conservá-los;

QueijosMontagem: Organize os queijos na mesa em recipientes separados para que não haja influência de gosto entre eles. Uma dica é colocá-los em ordem de intensidade de sabor, sendo do mais suave ao mais forte;

Acompanhamentos: Opte por pães, como o italiano, castanhas, azeitonas, geleias, mel e frutas; como maçã, uva e damasco.

Indicações de queijos:

Gouda: Sabor suave, ligeiramente adocicado, muitas olhaduras, textura macia e casca fina. Combina com azeitonas, vinho tinto e cervejas Pilsen, Pale Ale e Strong Golden Ale;

Brie: Apresenta textura macia e sabor suave com leve gosto de nozes. Recomenda-se consumir com vinhos tintos suaves e frutados, pão tipo baguete e geleias;

Gruyère: Textura semi-dura e plena de olhaduras. Seu sabor suave e adocicado lembra o gosto de leite maltado e aroma de amêndoa. Exige um vinho branco frutado para acompanhar;

Provolone: Pelo seu sabor pronunciado e defumado, deve ser servido com vinhos tintos encorpados. É um queijo de massa mais dura;

Gorgonzola: Integrante da família de queijos de mofo azul, possui massa cremosa e sabor agradável e intenso. Combina com pão italiano e vinho tinto encorpado e Vinho do Porto;

Reino: De sabor forte e picante, esse tipo de queijo pede um vinho tinto encorpado. Também combina com cervejas;

Prato: Com sabor suave, amendoado e aveludado, é indicado para ser consumido junto com vinho tinto suave.

Colunistas

Ver tudo
22 de fevereiro de 2020

Como cuidar da saúde no carnaval, evitar a ressaca e mais

Autor: Raquel Pessoa

28 de novembro de 2019

As “cervezas” dos “hermanos”: cenário e cervejas na Argentina

Autor: Samuel Magalhães (@SamCervas)

css.php