18, setembro, 2014

Como organizar uma degustação de cervejas

cervejaCom a chegada de novos rótulos e estilos nos mais diversos pontos de venda, houve uma mudança no comportamento do consumidor. As pessoas que antes só empurravam a cerveja goela abaixo, sem se preocupar muito com seu sabor e aroma, estão cada vez mais interessadas em aprender como degustar essa bebida. Pensando nisso, resolvi juntar algumas dicas de como organizar uma degustação de cervejas, criando um pequeno guia prático, para ajudar os apreciadores iniciantes, esclarecendo algumas dúvidas e incentivando as pessoas a desfrutar o melhor que a bebida tem a oferecer.

Antes da degustação começar é preciso conferir se tudo está dentro dos conformes, a preparação é fundamental. Para começar, quantas pessoas irão à degustação. 5? 10? 20? Isso influenciará diretamente em toda a organização, principalmente na quantidade de copos e cervejas.

Os copos devem ser de vidro e de preferência de acordo com o estilo. Eles estão limpinhos? Use sempre sabão ou detergente neutro para lavá-los. É importante que não tenham odor e estejam na temperatura ambiente.

Já colocou ordem no recinto? O ambiente também deve estar limpo, ou seja, livre de odores como perfume, cigarro, bem como os provenientes da cozinha. Esqueça aquele ambiente cheio de pompa, nada de exagerar nas exigências de formalidades ou nos requintes de etiqueta, cerveja combina com alegria e informalidade.

Quantos rótulos serão degustado? O ideal é de 3 a 5 rótulos, pois o paladar e o olfato ficam saturados após certa quantidade de álcool. Numa degustação o foco é conhecer e experimentar e não se embriagar, por isso a se recomenda servir por volta de 120ml de cada rótulo, quantidade mais que suficiente para degustar uma cerveja.

E como eu escolho os rótulos? Existem inúmeras possibilidades para selecionar quais cervejas serão degustadas, as mais famosas são:
1. Por escola cervejeiras ou país: onde provamos os estilos clássicos ou rótulos de determinada escola ou país.
2. Por estilo: aqui escolhemos um estilo de cervejas, por exemplo, uma noite apenas consumindo cervejas do estilo Stout.
3. Por cervejarias: Onde se degustam vários rótulos de uma mesma cervejaria.

E por qual cerveja começar? Para não saturar de uma vez as papilas gustativas. O indicado é seguir uma ordem de potência crescente. Levando em consideração três critérios: álcool, amargor e cor. Sendo assim, degustaremos da menos alcoólica para mais alcoólica, da menos amarga para mais amarga e da mais clara para mais escura.

Como está a temperatura das cervejas? Cada cerveja tem uma temperatura de serviço e isso deve ser respeitado para que os aromas e sabores da cerveja sejam exaltados. Esqueça o estupidamente gelado. Isso amortecerá nossos sentidos e prejudicar a degustação. As cervejas nunca devem ser degustadas abaixo dos 5 ºC, nem acima dos 16 ºC.

Vale lembrar que entre uma cerveja e outra será necessário limpar o paladar e resgatar um pouco da sensibilidade perdida, e por isso se recomenda água sem gás. É sempre bom deixar uma ou duas jarras sobre a mesa.

Gostaram das dicas? Na próxima semana falaremos sobre as técnicas de degustação.

Colunistas

Ver tudo
22 de fevereiro de 2020

Como cuidar da saúde no carnaval, evitar a ressaca e mais

Autor: Raquel Pessoa

28 de novembro de 2019

As “cervezas” dos “hermanos”: cenário e cervejas na Argentina

Autor: Samuel Magalhães (@SamCervas)

css.php