17, setembro, 2014

Conheça a Gastronomia Vegana

Carne de caju
Carne de caju

Olá, queridos! Estamos muito felizes em inaugurar esse novo espaço de comunicação sobre Gastronomia Vegana. Somos um casal apaixonado pela arte de cozinhar, amantes da natureza e amigos dos animais. Não por acaso nos conhecemos na cozinha do Festival da Índia, evento itinerante artístico e gastronômico que aconteceu em 2009 em São Paulo, Rio de janeiro e Minas Gerais, onde o Chef André Buzo esteve responsável pela comida vegana produzida para públicos de até 2.000 pessoas. Nosso destino estava traçado pela magia das especiarias e dos vegetais!

A partir daí iniciamos uma relação que culminou em nosso casamento. Eu, Juliana, sou cearense e vegetariana há 14 anos, e destes, 4 anos como vegana. Meu marido Chef André Buzo, é paulista e vegano desde adolescente (há pelo menos 18 anos), tendo participado da difusão do Veganismo em São Paulo. Em 2012, abrimos em Fortaleza o primeiro delivery de almoço vegano, empreendimento que também foi pioneiro no Brasil. Também nos tornamos difusores da culinária vegana promovendo cursos regulares em diversos espaços em Fortaleza.

A Gastronomia Vegana é a arte de cozinhar pratos exclusivamente com ingredientes de origem vegetal, ou seja, excluem-se da preparação das receitas qualquer ingrediente de origem animal, tais como carne bovina, frango, peixe, ovos, leite, mel e seus derivados. Muitos podem perguntar atônitos: “E vocês cozinham e comem o quê?” A resposta é tão ampla, ou seja, a variedade de alimentos e a criatividade de pratos que podemos produzir é tão abrangente que não caberia nesse breve espaço. Mas, vamos citar alguns exemplos: os Chefs Veganos são experts em criar pratos que substituem as carnes animais; tais como bifes, almôndegas, hambúrgueres feitos de grãos como soja, lentilha, feijões, grão de bico, aveia, quinoa, chia, linhaça e outros grãos e sementes com alto valor nutricional. Além disso, esses Chefs, verdadeiros alquimistas das texturas e dos sabores, já inventaram os queijos e leites vegetais, feitos à base de castanhas, grãos e sementes oleosas, como macadâmia, amêndoas, castanha de caju, castanha do Pará, aveia, soja, outros. O queijo vegano mais popular vem da mandioca, é o famoso madioqueijo.

Além de todos esses produtos inovadores (e há muito mais que vamos dando as dicas aqui na nossa coluna) há uma inumerável variedade de legumes, hortaliças e frutas que a natureza nos dispõe como alimentos nutritivos, saudáveis e perfeitamente adequados à alimentação humana. Na verdade, o indivíduo ao experimentar ou abrir a sua mente (e seu paladar, claro!) ao mundo vegano descobrirá um universo infinito e rico de sabores e de possibilidades gastronômicas deliciosas e saudáveis!

Todos esses alimentos inovadores citados são ricos em proteína vegetal e são isentos de colesterol e de gorduras nocivas ao corpo humano.

Há três anos quando iniciamos nossa jornada a culinária vegana era praticamente desconhecida em Fortaleza. Felizmente, de lá pra cá, demos a nossa contribuição a partir de nosso trabalho, cursos de culinária, de matérias no jornal e redes sociais para a difusão desse tema. O assunto chamou a atenção e se espalhou facilmente na cidade, como toda boa novidade.

Hoje ser vegano está na moda no mundo inteiro, muitas celebridades que são defensoras dos animais, ou simplesmente adeptos de uma alimentação saudável ajudaram muito a popularizar a alimentação vegana mundialmente. Personalidades como Paul McCartney, Anne Hathaway, Brad Pitt, Madonna, entre outros. Enfim, não queremos aqui falar de modismo, mas sim, aprofundar e dar informações seguras sobre a culinária vegana, sobre o bem estar que ela promove tanto para quem se alimenta como para a sociedade como um todo. Por isso, não podemos deixar de ressaltar aqui os veganos e vegetarianos mais célebres, os pensadores como Sócrates, Darwin, Newton, Rousseau, Tolstoi, e também os pacifistas Gandhi e John Lennon. Todos esses pensadores desenvolveram a consciência de que comer animais não é um hábito muito saudável para o ser humano, além do que esse aparente hábito alimentar banal promove na realidade muita dor e sofrimento aos animais. É importante destacar que a produção de carnes também sobrecarrega o planeta com um gasto excessivo de água e energia, sendo as escolhas veganas alternativas adequadas para um mundo sustentável. Todas essas pessoas citadas famosas e muitas outras pessoas anônimas na história despertaram e estão despertando gradualmente suas consciências para o que elas estão comendo, e foram, além disso, tomaram uma atitude pessoal, saindo da zona de conforto e indo além do hábito, da conveniência, da tradição e do gosto.

Evidenciamos aqui que a alimentação vegana é apenas um segmento de um movimento mais amplo conhecido como Veganismo, e notadamente, não podemos falar de culinária vegana sem explicar sua origem. Veganismo é um estilo de vida que procurara respeitar os princípios éticos pelos quais o ser humano viva sem explorar os animais. É a prática e busca do fim do uso de animais pelo homem para alimentação, apropriação, trabalho, caça, experimentos científicos, e todos os outros usos que envolvam exploração da vida animal pelo homem.

É com essa consciência mais ampla que entramos na nossa cozinha a cada dia, buscando produzir uma alimentação sem-violência que, portanto, promove a paz e a harmonia social, respeitando o meio-ambiente e o bem estar dos animais. Aqui nesse espaço daremos dicas de alimentação saudável, receitas práticas, livros, onde encontrar produtos veganos, restaurantes e espaços com opções de alimentação vegana, cursos, vivências e encontros voltados para essa temática.

 

Chef André Buzo e Juliana Muniz

 

Colunistas

Ver tudo
22 de fevereiro de 2020

Como cuidar da saúde no carnaval, evitar a ressaca e mais

Autor: Raquel Pessoa

28 de novembro de 2019

As “cervezas” dos “hermanos”: cenário e cervejas na Argentina

Autor: Samuel Magalhães (@SamCervas)

css.php