17, julho, 2012

Doses de talento e dedicação

 

 
Quem vê a vida dos barmens retratada no cinema e na TV só tem contato com a parte glamourosa da atividade: festas badaladas, gente bonita e muita, muita diversão. “A diversão existe quando se faz o que gosta, claro. Mas a realidade é de bastante trabalho, isso sim”, afirma o barman Célio Vieira, o “Celim”, da Célio Coquetéis. 
 
No mercado há 10 anos, a empresa é uma das mais requisitadas para eventos na Capital. De drinks simples como caipirinha a outros elaborados como o Sex on the Beach, a equipe está pronta para executar. Algumas receitas são exclusivas e outras podem ser criadas de acordo com o gosto do cliente ou ocasião. Numa noite, conta Celim, ele atende a até quatro festas. “A logística é complexa, porque geralmente são todas no mesmo horário. Nesses casos mobilizamos uma equipe de até 16 pessoas”, revela.
 
O gosto pela profissão nasceu por acaso. Na adolescência, Celim fazia bicos como garçom em buffets e foi chamado para ajudar na preparação de coquetéis por um amigo, que, três anos depois, decidiu deixar o negócio. “Resolvi então seguir em frente. E deu certo”, lembra. A técnica veio com a prática e um curso básico que ele fez no Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).
 
Além de conhecimento, a receita do sucesso da Célio Coquetéis leva experiência, simpatia e qualidade da matéria prima. “Quando se fala em barman, todo mundo lembra logo do filme ‘Cockatail’, com o Tom Cruise, mas na vida real é mais difícil”, brinca. “A gente também faz aqueles malabarismos. (risos) Mas sai mais caro”.  
 
Serviço:
Célio Coquetéis
(85) 8727-7592/9600-8550
www.celiocoqueteis.com.br
 
Senac-CE
(85) 3452-7005
http://www.ce.senac.br/
 

 

Colunistas

Ver tudo
22 de fevereiro de 2020

Como cuidar da saúde no carnaval, evitar a ressaca e mais

Autor: Raquel Pessoa

28 de novembro de 2019

As “cervezas” dos “hermanos”: cenário e cervejas na Argentina

Autor: Samuel Magalhães (@SamCervas)

css.php