15, outubro, 2012

Educação alimentar na praça

 

No Dia Mundial da Alimentação, 16 de outubro, uma equipe de nutricionistas e educadores da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) vai à Praça do Ferreira chamar a atenção e mobilizar a população para a importância da alimentação para a saúde e qualidade de vida. Das 9 às 13 horas, quem passar pela tenda da Sesa na Praça do Ferreira poderá ficar sabendo dos dez passos para uma boa alimentação. Além das dicas e da distribuição de frutas, a população poderá verificar como anda a pressão arterial, a taxa de glicose e o Índice de Massa Corpórea (IMC). Com esses exames, a ideia é prevenir a hipertensão, um dos principais fatores de risco do AVC. Diabetes e obesidade também terão seus perigos alertados pelos exames.
 
A tenda da Sesa faz parte do evento Dia da Alimentação na Praça, realizado todos os anos pela Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social do Estado. O objetivo é reforçar a alimentação como um direito humano. Mais de 180 países organizam atividades, aproveitando a data 16 de outubro,  e se mobilizam para reduzir a fome. Comemorada há 27 anos, a data lembra a criação da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO). 
 
 
 
Confira a dica dos nutricionistas sobre os dez passos para uma boa alimentação:
 
1. Faça pelo menos 3 refeições (café da manhã, almoço e jantar) e 2 lanches saudáveis por dia. Não pule as refeições.
 
2. Inclua diariamente 6 porções do grupo do cereais (arroz, milho, trigo, pães e massas), tubérculos como a batata e raízes como a mandioca/macaxeira/aipim nas refeições. Dê preferência aos grãos integrais e aos alimentos naturais.
 
3. Coma diariamente pelo menos 3 porções de legumes e verduras como parte das refeições e 3 porções ou mais de frutas nas sobremesas e lanches.
 
4. Coma feijão com arroz todos os dias ou, pelo menos, 5 vezes por semana. Esse prato brasileiro é uma combinação completa de proteínas e bom para a saúde.
 
5. Consuma diariamente 3 porções de leite e derivados e 1 porção de carnes, aves, peixes ou ovos. Retirar a gordura aparente das carnes e a pele das aves antes da preparação torna esses alimentos mais saudáveis.
 
6. Consuma, no máximo, 1 porção por dia de óleos vegetais, azeite, manteiga ou margarina. Fique atento aos rótulos dos alimentos e escolha aqueles com menores quantidades de gorduras trans.
 
7. Evite refrigerantes e sucos industrializados, bolos, biscoitos doces e recheados, sobremesas doces e outras guloseimas como regra da alimentação.
 
8. Diminua a quantidade de sal na comida e retire o saleiro da mesa. Evite consumir alimentos industrializados com muito sal (sódio) como hambúrguer, charque, salsicha, linguiça, presunto, salgadinhos, conservas de vegetais, sopas, molhos e temperos prontos. 
 
9. Beba pelo menos 2 litros (6 a 8 copos) de água por dia. Dê preferência ao consumo de água nos intervalos das refeições.
 
10. Torne sua vida mais saudável. Pratique pelo menos 30 minutos de atividade física todos os dias e evite as bebidas alcoólicas e o fumo.  Mantenha o peso dentro de limites saudáveis.
 
 

Colunistas

Ver tudo
28 de novembro de 2019

As “cervezas” dos “hermanos”: cenário e cervejas na Argentina

Autor: Samuel Magalhães (@SamCervas)

31 de agosto de 2019

Fim de férias no delicioso Hotel Parque das Fontes de Beberibe

Autor: Patrícia Ferreira (Gourmet Fortaleza)

css.php