23, fevereiro, 2016

Eu faço cerveja em casa!

CervejaA frase “eu faço cerveja em casa” pode ser vista em algumas camisetas aqui em Fortaleza. As pessoas que usam essas camisetas são associadas à ACervA Cearense, a Associação dos Cervejeiros Artesanais do Estado do Ceará. São pessoas que fazem cerveja em casa por diversão. O hobby não é novo, mas chegou há poucos anos em nosso estado. No ano de 2015, foi evidente o crescimento do hobby por aqui, e a perspectiva é de que tenhamos um crescimento maior ainda nos próximos anos.

Na história da humanidade, fazer cerveja em casa é algo bem mais antigo do que beber cervejas feitas em cervejarias. Antes da revolução industrial, basicamente, as pessoas tinham que botar a mão na massa para ter acesso a muitas coisas. Hoje nós simplesmente vamos ao supermercado e compramos tudo já pronto. A vida moderna trouxe muitas facilidades, mas no campo da cerveja, depender exclusivamente do que as grandes cervejarias colocavam no mercado significava ter acesso a cervejas “sem graça”. Para as grandes fábricas, é melhor produzir uma cerveja de baixo custo, com o sabor mais simples possível, ou com menos sabor possível, e assim agradar ao paladar de um maior número de consumidores. Só que as pessoas não são todas iguais. Muitos querem ter acesso a diferentes tipos de cervejas, com aromas e sabores diferentes ou mais ousados. Durante muito tempo a oferta desse tipo de cerveja era escassa e por isso fazer a própria cerveja era uma alternativa para preencher essa necessidade.

Cervejas artesanais
Cervejas artesanais

Os cervejeiros caseiros são uma parte importante do crescimento que vemos na oferta de cervejas artesanais. Um dos movimentos mais fortes de que se tem conhecimento foi apelidado de “Craft Beer Renaissance” ou o renascimento da cerveja artesanal. Na década de 70 do século passado havia poucas cervejarias artesanais nos EUA. Os cervejeiros caseiros que se tornaram profissionais lá foram responsáveis pela abertura de muitas cervejarias pequenas com foco em fazer cervejas ousadas, fugindo do lugar comum, diferentes do que as grandes cervejarias colocavam no mercado. O movimento deu certo e conquistou um grande publico. Hoje já são quase 3 mil cervejarias pequenas nos EUA. O Brasil ainda está bem atrás do que aconteceu nos EUA mas é notório o interesse do púbico brasileiro com essas cervejas diferentes. O número de cervejarias na Brasil está crescendo e em pouco tempo teremos novas cervejarias também aqui no Ceará, algumas delas com cervejeiros caseiros envolvidos no projeto.

Eu faço cervejas caseiras e sou um verdadeiro apaixonado pelo hobby. A maioria dos cervejeiros caseiros que conheço também é assim. Muitas pessoas curiosas me perguntam se é possível fazer cerveja de qualidade em casa. Eu garanto que é possível sim fazer cervejas tão boas quanto qualquer uma que você já tenha consumido por aí. Como presidente da ACervA cearense, tenho visto com muito orgulho o crescimento do hobby em nosso estado e tenho ficado mais orgulhoso ainda em observar o crescimento da qualidade das cervejas que são produzidas pelos nosso associados. Tenho ministrado cursos na área ensinando as pessoas a como fazer cerveja realmente boa e acompanho com entusiasmo a evolução dos meus alunos. O futuro da cerveja artesanal por aqui promete ser bom! Bem bom, aliás!

Rodrigo CamposRodrigo Campos Oliveira
Cervejeiro caseiro, presidente da ACervA Cearense e professor da arte de fazer cerveja em casa. Editor do blog Para Que VoCerveja (paraquevocerveja.blogspot.com), cervejólogo e consultor para bares, restaurantes, lojas e eventos. Viajou o Brasil e o mundo visitando cervejarias e bares especializados. Adora cozinhar pratos que combinem com suas cervejas preferidas.

Contato: [email protected]
Facebook do ParaQueVoCerveja
Instagram do ParaQueVoCerveja
Colunista do Portal Sabores

Colunistas

Ver tudo
22 de fevereiro de 2020

Como cuidar da saúde no carnaval, evitar a ressaca e mais

Autor: Raquel Pessoa

28 de novembro de 2019

As “cervezas” dos “hermanos”: cenário e cervejas na Argentina

Autor: Samuel Magalhães (@SamCervas)

css.php