11, novembro, 2014

Exercícios físicos e nutrição

Nutricionista dá dicas para melhorar o rendimento dos exercícios físicos com regras sobre boa nutrição pré-treino

O que comer antes dos exercícios afeta diretamente a qualidade dos treinos
O que comer antes dos exercícios afeta diretamente a qualidade dos treinos (Foto: Salad Creations)

Os exercícios e atividades físicas, como a malhação, têm seus segredos e exigências quanto à boa alimentação. Por acelerarem o metabolismo e exigirem muita energia do corpo, requerem que o praticante usufrua de uma alimentação regrada e com os mais diversos nutrientes possíveis. Aliás, o que se come antes do treino afeta diretamente a sua qualidade. Sobre esse assunto, o Mundo Light conversou com a nutricionista Samira Pinheiro, da academia Studio Master, que nos explicou mais sobre como é importante entender a função dos alimentos antes da hora de queimar calorias.

“A alimentação antes de atividade física deve sempre ser composta de alimentos ricos em carboidratos, pois esse é o melhor substrato energético. No caso o carboidrato deve ser de baixo índice glicêmico, ou seja, de liberação lenta para fornecer energia e evitar variações bruscas da glicemia que possam ocasionar desconforto durante o treino”, nos conta Samira. A nutricionista fala que a ausência de carboidratos adequados pode induzir hipoglicemia, que agravada por exercícios muito intensos é capaz de levar o praticante até ao desmaio.

Sobre opções alimentares interessantes antes de se exercitar, ela nos conta: “depende do horário do treino e do intervalo entre a refeição e o início do exercício. O indivíduo pode utilizar alimentos como fruta com mel e granola ou sanduíches leves com sucos naturais. É importante evitar alimentos com gordura e lactose, pois apresentam uma digestão mais lenta”.

Outra dica da nutricionista tem a ver com a ingestão de água durante os treinos. É importante ingerir água para manter a correta hidratação do corpo. Para treinos prolongados, acima de uma hora, ela avisa que os isotônicos se tornam melhores que a água pura para a hidratação.

O que não é bom de se ingerir de jeito nenhum antes dos treinos são alimentos com alto teor de gordura ou com lactose, que retardam a digestão e não são eficientes para esse período. “Da mesma forma, alimentos com muito açúcar simples, que causam uma liberação alta de insulina. No período pós-treino, é indicado o carboidrato de alto índice glicêmico, juntamente com as proteínas magras, para favorecer recuperação muscular e síntese proteica. A gordura também não é interessante nesse momento”, completa Samira.

Para finalizar, ela avisa aos pretendentes a atletas ou atuais esportistas sobre o tempo de intervalo que deve se dar entre a alimentação e as atividades físicas. “Depende do tipo de refeição, por exemplo, no caso de um almoço é necessário pelo menos duas horas de intervalo. Se for um lanche simples como suco e sanduíche de peito de peru, cerca de uma hora. No caso de uma fruta com mel, cerca de 30 a 40 minutos, os pré-treinos 20 minutos antes. Mas a melhor indicação é sempre a individualizada, onde são considerados as preferências e objetivo dos indivíduos, tempo de treino e horários diários. Uma prescrição nutricional bem feita possibilita atingir as metas de forma eficiente e com saúde”.

Serviço
Studio Master Fitness

Rua Professor Dias da Rocha, 1100 – Aldeota
Telefone: (85) 3263.8888
www.studiomasterfitness.com.br

Colunistas

Ver tudo
22 de fevereiro de 2020

Como cuidar da saúde no carnaval, evitar a ressaca e mais

Autor: Raquel Pessoa

28 de novembro de 2019

As “cervezas” dos “hermanos”: cenário e cervejas na Argentina

Autor: Samuel Magalhães (@SamCervas)

css.php