8, julho, 2012

Loja virtual de vinhos brasileiros

O mais novo canal de vendas da empresa já está hospedado em seu site – www.camposdecima.com.br – e oportuniza a aquisição de todos os produtos da vinícola, com valores mais atraentes por serem entregues diretamente ao cliente. “Desenvolvemos uma loja virtual para facilitar o acesso dos vinhos finos da Campanha Gaúcha aos consumidores e atender aos pedidos de todo o Brasil, de forma rápida, eficiente e segura”, destaca o diretor comercial da Campos de Cima, Pedro Candelária.

Conforme o executivo, a segurança na hora de pagar o produto é garantida pelo Pagamento Digital, um serviço completo de soluções para reembolso de compras pela internet que possibilita a aquisição dos vinhos por meio de uma série de cartões de crédito e também de boleto bancário. Candelária explica que o prazo de entrega é ágil, variando conforme o Estado. Só são comercializados lotes com, no mínimo, seis unidades. “Criamos um serviço seguro e com alto nível de qualidade e organização para cumprir prazos e atender às quantidades  pedidas por cada cliente e, dessa forma, difundir o consumo dos vinhos finos elaborados na Região da Campanha Gaúcha, uma das melhores áreas de cultivo de uvas viníferas do Brasil”, destaca.

Para marcar o lançamento da loja virtual, a vinícola Campos de Cima está vendendo a preços promocionais o vinho branco Viogner, safra 2009, e o vinho Primeiro Corte, safra 2008, um corte das uvas Merlot, Cabernet Sauvignon e Tannat. Ambos estão à venda por apenas R$ 12. “A loja virtual atrai os consumidores pelos preços especiais que oferece, graças a venda direta, sem intermediários, direto da vinícola para as mãos de seus apreciadores”, observa. “A loja virtual possibilita uma relação mais estreita entre o produtor e o cliente”,  completa.

“Case”
Esta aproximação de seu público consumidor tem como parte da estratégia uma página no Facebook (www.facebook.com/camposdecima). Recentemente, uma postagem referente ao Dia dos Namorados virou “case” entre as vinícolas brasileiras, por ter tido quase 600 compartilhamentos, número maior do que os fãs da vinícola na rede social. A Vinícola Chandon, por exemplo, que tem 35 mil fãs e está há muito mais tempo presente no facebook, teve menos de 500 compartilhamentos na sua promoção dos Dias dos Namorados. “Isto nos anima e comprova que estamos uma boa comunicação com nosso público”, comemora Candelária. Em geral, as vinícolas conseguem duas ou três dezenas de compartulhamentos de suas imagens na rede social.
 

Colunistas

Ver tudo
28 de novembro de 2019

As “cervezas” dos “hermanos”: cenário e cervejas na Argentina

Autor: Samuel Magalhães (@SamCervas)

css.php