6, agosto, 2014

Mesa ao Vivo: Lia Quinderé e Edson Nakada usam elementos da culinária regional

Primeiro dia de Mesa ao Vivo teve a participação de diversos chefs cearenses. Confira:

Lia Quinderé (Foto: Prazeres da Mesa)
Lia Quinderé (Foto: Prazeres da Mesa)

O Mesa ao Vivo Ceará está trazendo nesta edição o Ceará: um mundo em nosso quintal. O primeiro dia do evento teve a participação de diversos chefs, como Leo Gondim, Bia Leitão, Valdir Nascimento, Robson Mota, Liliane Pereira, Edson Nakada, Lia Quinderé, Roberta Sudbrack, entre outros. Uns dos destaque da Cozinha Master foram as aulas de Lia Quinderé, da Sucré Patisserie, e Edson Nakada, do Misaki Restaurante.

Lia Quinderé, participando pela terceira vez, trouxe o fudge de caldo de cana, esferas de acerola e rapadura preta. A ideia do prato, segundo Lia, veio a partir de uma retrospectiva da infância, quando a chef brincava no quintal da fazenda da família no interior do Ceará. “Eu tive contato com a cana de açúcar, com a acerola e com o urucum”, diz. Os ingredientes fazem parte do prato apresentado por ela no Mesa ao Vivo. Lia conta que o caldo de cana harmoniza muito bem com a acerola e a rapadura preta com o urucum para dar cor ao prato. Uma das mais importantes chefs da atualidade, Lia diz que o evento é uma forma de difundir e fortalecer a gastronomia no Ceará, além de reconhecer ingredientes regionais muitas vezes desvalorizados pela alta gastronomia.

Chef Edson Nakada
Chef Edson Nakada

O sirigado kosho apresentado por Edson Nakada também apresenta elementos da culinária local, como a batata doce e o coco. A proposta do chef foi harmonizar sabores e valorizar a cozinha regional. O sirigado com risoto de coco e purê de batata doce foi bastante elogiado pelos participantes do Mesa ao Vivo. A valorização dos sabores esteve presente na composição do prato.

Degustações
O Mesa ao Vivo ainda apresenta diversas degustações, como as que aconteceram no primeiro dia, degustação de cachaça e vinhos. A degustação de vinhos, comandada por Francisco Chaves, trouxe para o Mesa ao Vivo os seguintes rótulos: Dal Pizzol, Raízes Premium, Vinhas Velhas e Vinha Maria.

Vinho Dal Pizzol
Vinho Dal Pizzol

O Dal Pizzol é um pinot noir bem estruturado, com maior intensidade de aroma, com este persistente, delicado, elegante, frutos vermelhos, maduros, com taninos macios. Vai bem com massas com molhos diversos, pescados, assados de carnes e aves, queijos camembert, chedar e gorgonzola.

O Raízes Premium, da Casa Valduga, é um cabernet sauvignon com aroma complexo e vigoroso, que lembra especiarias. Corpo intenso, taninos médios, acidez moderada e vai bem com queijos maduros, carnes e massas com molhos condimentados. O tannat Vinhas Velhas, vindo da Campanha gaúcha, apresenta aromas densos e fechados, que vão do chocolate ao tostado e frutas vermelhas maduras. O representante do Vale do São Francisco foi o Vinha Maria.

O Mesa ao Vivo segue nesta quarta-feira com diversos workshops, degustações, exposições gastronômicas e jantares.

Serviço
Mesa ao Vivo Ceará
www.prazeresdamesa.uol.com.br/mesaaovivoceara
Oficinas e Palestras
Data: 05/08 e 06/08
Horário: 13h às 22h
Local: Senac Centro – Av. Tristão Gonçalves, 1245.
Tel: (85) 3270.5400

O Melhor das Cidades
Data: 05/08 e 06/08
Horário: 19h às 22h
Local: Senac Centro – Av. Tristão Gonçalves, 1245.
Tel: (85) 3270.5400

Colunistas

Ver tudo
22 de fevereiro de 2020

Como cuidar da saúde no carnaval, evitar a ressaca e mais

Autor: Raquel Pessoa

28 de novembro de 2019

As “cervezas” dos “hermanos”: cenário e cervejas na Argentina

Autor: Samuel Magalhães (@SamCervas)

css.php