16, maio, 2013

O café da tia Zuila

Cafeteria oferece ambiente para o cliente se sentir em casa com cardápio bem escolhido

Passando de carro, às vezes, nem se percebe que aquela lugar com portão florido é um café com cara e jeito de casa de avó. Os móveis, louças e quadros antigos, a decoração clássica e os objetos que não pertenceram à avó, mas sim a tia avó de um dos proprietários, a Dona Zuila, é quem dá o tom da casa. O Café Zuila abriu apenas há seis meses e oferece em um espaço mais que aconchegante com uma boa variedade de lanches e bolos.
A ideia do café surgiu da vontade do Luciano Vasconcelos de ter um negócio próprio e da paixão de Evelton Façanha pela culinária. Luciano se preparou durante três anos para abrir uma casa gastronômica, com cursos de barista, vinhos, pães, barman, entre vários outros.  “Tivemos todo um cuidado de montar cada detalhe, buscamos lustres e mesas com artesãos em Minas Gerais, decoramos com a louça da família, com a mobília que tem mais de 100 anos e ainda tínhamos a casa da própria tia Zuila. Aqui tudo tem um valor muito sentimental e conseguimos um lugar acolhedor e que transmita paz”, explica Luciano.

Apesar de ser um comércio, o local ainda tem uma aparência de casa de família grande, muito do local tem características ainda de colonização portuguesa. No cardápio há opções de tapiocas, sanduíches, salgados, bolos, doces, cuscuz, crepes, waffles e variações de cafés. Na hora do almoço, a casa serve seis escolhas de pratos executivos como o filé ao molho madeira com acompanhamentos (R$ 22,90).
A cafeteria é a grande aposta do local, o destaque é o crepe margherita com tomate, queijo mussarela e manjericão (R$ 10,90). A tapioca crocante com queijo coalho misturado na massa (R$ 7,00) e a empada de carne de sol (R$ 5,90) valem a pena a prova. Uma dica de doce é o bolo de chocolate com mousse de limão por cima (R$ 5,90 a fatia). Já no menu de cafés, as opções certas são o cappuccino com borda de chocolate servido quente (R$ 7,90) e o café com creme de avelã (R$ 5,00 o pequeno e R$ 8,00 o grande).
No final a conta vem dentro de um livro, quem sabe ainda sobre tempo para um clássico da Raquel de Queiroz enquanto o troco chega, os donos deixam você à vontade.

Café Zuila
Rua Silva Paulet, 1350 – Aldeota
Horário: Segunda a sexta, das 11h às 20h30 e sábado, das 16h às 20h
Contato: (85) 3224.1202

Colunistas

Ver tudo
22 de fevereiro de 2020

Como cuidar da saúde no carnaval, evitar a ressaca e mais

Autor: Raquel Pessoa

28 de novembro de 2019

As “cervezas” dos “hermanos”: cenário e cervejas na Argentina

Autor: Samuel Magalhães (@SamCervas)

css.php