14, março, 2013

O café do Amika Coffeehouse

É só abrir a porta para sentir o cheirinho do café. Essa é a essência do Amika Coffeehouse inaugurado recentemente na rua Ana Bilhar, região que já se tornou um polo gastronômico da cidade. “Surgimos de uma necessidade de ter um lugar que verdadeiramente focasse em café. Temos vários lugares referência em Fortaleza, mas o café fica em segundo plano”,explica Danielly Soares, proprietária da casa.

Com muita vontade de mudar o conceito que o público tem de cafeteria, Danielly montou uma equipe toda voltada para o grão do cafeeiro e chamou para treinar e dar consultoria Eder Ferreira, barista de origem cearense especialista em Latte Art, que construiu sua carreira em São Paulo e tem o bicampeonato do Brasileiro de Latte Art (2007/2009), entre outros títulos.

A casa de arquitetura contemporânea possui dois andares e ambientes, onde o cliente degusta o café como achar melhor: no balcão, nas mesinhas ou no sofá lendo uma revista. Na decoração os quadros do Monstra Coletivo e o design da iluminação dá um ar de modernidade ao local. 

Danielly e Eder se juntaram para montar o cardápio, onde o café não podia deixar de ser o carro-chefe. O espresso da casa vem em três versões: La Marzocco, curto e carioca, todos no valor de R$ 3,80. Ele é produzido com o grão Catuai Amarelo (Serrado Mineiro), que passa por um processo natural e resulta em uma bebida mais encorpada.

O café na sua forma mais simples, sem acréscimos de outros ingredientes, ainda tem duas versões: coado (R$ 5,90), como aquele feito em casa, e feito através de infusão (R$ 4,70), com uma consistência de chá. Todos os dois são produtos mais suaves que o espresso e produzidos com o grão Mundo Novo (Fazenda Chapadão de Ferro – Serrado Mineiro). 

O Amika investiu em dois utensílios que mostram a preocupação com os detalhes no processo de finalização do café. Enquanto o coado é feito no Hario V60, um coador que tem sua parte interna com linhas espirais que facilitam a expansão do pó de café no momento em que a bebida é coada. O café absorve a água durante o tempo necessário, resultando em uma bebida limpa e saborosa. Já o método Clever de infusão realiza o mesmo processo do chá. 

No cardápio ainda há variações como o cappuccino na sua forma mais tradicional (R$ 5,20) e para os que preferem um sabor mais doce pode optar pela versão saborizada (R$ 7,00) de avelã, baunilha ou macadâmia. É no preparo do cappuccino que a Latte Art está presente com desenhos de flores, animais, carinhas, depende da criatividade do barista. Nos drinques com café, destaque para o Frapê de Nutella (R$ 10,90), espresso, sorvete de creme e creme de avelã. O cappuccino sem lactose “A vaca foi para o brejo!” (R$ 5,80) foi uma aposta de Danielly, a qual ela não sabia que daria tão certo. “Temos um público grande para este tipo, para minha surpresa é um dos cafés mais pedidos e os clientes estão adorando”, revela a proprietária.

Os chás foram outro investimento do lugar. Com forte aroma e mais sabor, a casa oferece  o Gregorys, chá de frutas com pedaços de maça, flores, rosa mosqueta, cassis pretos e vermelhos; o Rooi Tea Laranja Menta, chá do arbusto sul africano rooi com cascas de laranja; e o Nana Minze, sabor e aroma de hortelã. Todos custam R$ 6,00 e são feitos pelo método Clever. Há ainda chocolate quente tipo europeu (R$ 7,30), bem cremoso e encorpado e licores como o de Café Sambuca Molinari (R$ 10,50), italiano com teor alcoólico de 39 por cento.

Para as comidinhas, a casa fez uma parceria com Evelyn Vale que fornece tanto os salgados como os doces. A torta Especial de Café (R$ 7,30) foi adaptado para o Amika e a já famosa tortinha Bavaroise 3 Chocolates (R$ 7,30) também é opção. Os macarons inconfundíveis da chef pâtisserie também estão na vitrine. E quem sentir saudade do sabor salgado pode optar pela empada de camarão (R$ 6.50) e o quiche de carne de sol (R$ 6,80).

Serviço
Amika Coffeehouse

Rua Ana Bilhar, 1136B – Varjota
Horário: Terça a quinta, 13h às 20h, sexta e sábado até as 21h, domingo 14h às 21h
Contato: (85) 3031-0351

Colunistas

Ver tudo
22 de fevereiro de 2020

Como cuidar da saúde no carnaval, evitar a ressaca e mais

Autor: Raquel Pessoa

28 de novembro de 2019

As “cervezas” dos “hermanos”: cenário e cervejas na Argentina

Autor: Samuel Magalhães (@SamCervas)

css.php