2, junho, 2014

Pesquisa revela a importância de proteínas no café da manhã

A ingestão de proteínas no café da manhã reduz o apetite entre outros benefícios, revela o estudo

Café da manhã com mais proteínas reduz o apetite diário - mas fique atento aos outros valores nutricionais como as gorduras! (Foto: Getty Images)
Café da manhã com mais proteínas reduz o apetite diário – mas fique atento aos outros valores nutricionais como as gorduras! (Foto: Getty Images)

A ingestão de proteínas no café da manhã pode fazer toda a diferença na regulação do apetite diário. É o que mostra um estudo recente desenvolvido pela empresa americana de alimentos Hillshire. De acordo com o estudo, quanto maior for o consumo de proteína no café da manhã, mais amplos são os benefícios para a saúde.

A pesquisa revelou especificamente que refeições matinais com alto teor proteico foram capazes de reduzir o apetite até a hora do almoço. Foram feitos testes com seis tipos diferentes de café da manhã: os três primeiros incluíram linguiça e um alimento industrializado à base de ovo, com 40, 23 e 9 gramas de proteína respectivamente, o quarto com cereais e leite contendo 8 gramas de proteína, o quinto com panqueca e xarope (comum nas refeições dos EUA) e o sexto sem café da manhã.

Os participantes tiveram que avaliar a sua fome antes do almoço e em intervalos de 30 minutos durante quatro horas. Em seguida, ganharam uma refeição de massa e foram orientados a se alimentarem até estarem satisfeitos. Os resultados do estudo, divulgados durante Conferência da Sociedade Americana para a Nutrição Experimental na Biologia, mostram que os indivíduos que comeram o café da manhã com maior quantidade de proteína sentiram menos fome durante toda a manhã e comeram menos no almoço.

“Há um grande valor no verdadeiro entendimento do poder da proteína quando ingerida em quantidades ideais. Proteína é o o melhor alimento, mas os consumidores devem estar mais informado sobre as quantidades que precisam ingerir em cada refeição, para que possam maximizar os benefícios, como o controle da fome” declarou a chefe de pesquisa, Kristin Harris.

Vale lembrar, porém, que não é recomendada a ingestão de linguiça e ovos diariamente, ressalta a nutricionista Haline Dalsgaard, outra pesquisadora que realizou um estudo paralelo com o mesmo tema, publicado na revista “Experimental Biology”. A Hillshire é uma companhia de produção de alimentos industrializados. Então, atenção na hora de escolher as fontes de proteínas mais adequadas para o seu café. A dica é verificar sempre a tabela nutricional e checar  os outros valores além do teor proteico.

Fonte: O Globo

Colunistas

Ver tudo
28 de novembro de 2019

As “cervezas” dos “hermanos”: cenário e cervejas na Argentina

Autor: Samuel Magalhães (@SamCervas)

31 de agosto de 2019

Fim de férias no delicioso Hotel Parque das Fontes de Beberibe

Autor: Patrícia Ferreira (Gourmet Fortaleza)

css.php