25, abril, 2013

Pinot Noir brasileiro

A casta Pinot Noir é uma das mais caprichosas e difíceis entre os varietais internacionais, poucas são as regiões do mundo onde ela se adaptou de forma satisfatória para ser vinificada em tinto com resultados apreciáveis.

O formato do cacho, com os bagos muito apertados entre si, dificulta a passagem do ar por dentro dele, de forma que, se o clima for úmido demais na época da maturação, poderá se instalar aí algum fungo que facilmente levará a uva à podridão, comprometendo a qualidade do vinho.

Por isso, em muitas regiões, como Champagne em primis, é preferível antecipar a colheita da Pinot Noir antes de sua completa maturação, para utilizá-la vinificada em branco, como base espumante.

A região emblemática da Pinot Noir é, sem dúvida, a Borgonha, na França, mas existem outros países que já conseguem excelentes resultados com este nobre varietal: podemos citar a Nova Zelândia, a Alemanha, algumas regiões da Itália, Estados Unidos (Oregon e Califórnia) e Chile, além de alguns excelentes rótulos feitos na Argentina, no Vale de Uco e na Patagônia.

Mais recentemente o Brasil, cuja vitivinicultura está em franca expansão, tanto quantitativamente quanto, sobretudo, qualitativamente, mostrou ter pequenas regiões onde a Pinot Noir, se trabalhada com extremo cuidado e atenção, pode produzir interessantes tintos, de boa qualidade e preço competitivo.

A vinícola Lidio Carraro, em seus vinhedos da região de Encruzilhada do Sul, na Serra do Sudeste (RS), produz um belo Pinot Noir, de cor característica muito clara com reflexos granada, apresenta aroma de frutas vermelhas que lembra morango, frutas de bosque e algo de cereja, algum toque animal aparece agregando complexidade ao conjunto aromático.

Na boca, é leve como esperado, de boa acidez e taninos macios, fácil de agradar e excelente para acompanhar carnes brancas, suínos, frios e queijos leves, podendo ser arriscado com salmão e atum, ótimo com massas e risotos da culinária italiana.

A vinícola Lidio Carraro trabalha dentro do conceito de vinícola boutique, não atende supermercados e vende seus vinhos apenas para restaurantes, lojas especializadas e consumidores finais. Em Fortaleza, o Dádivas Pinot Noir é distribuído pela Opcão Distribuidora.

O Portal Sabores em parceria com a Distribuidora Opção vai sortear uma garrafa desse vinho. Clique aqui para participar da promoção.

Marco Ferrari, italiano, sommelier formado pela Fisar – Piemonte, é profissional do vinho desde 1994, presta consultorias, cursos e treinamentos sobre o mundo do vinho. Docente convidado no Curso de Gastronomia da Universidade Federal do Ceará. Escreve sobre vinho para as revistas italianas Turismo del Gusto e Il Sommelier e no blog Vinho Fortaleza.

 

 

Colunistas

Ver tudo
22 de fevereiro de 2020

Como cuidar da saúde no carnaval, evitar a ressaca e mais

Autor: Raquel Pessoa

28 de novembro de 2019

As “cervezas” dos “hermanos”: cenário e cervejas na Argentina

Autor: Samuel Magalhães (@SamCervas)

css.php