10, julho, 2012

Redondas que amamos

Redonda, quadrada, no metro, pequena, grande, média e até como sabor de salgadinhos de pacote. No café-da-manhã (quem nunca comeu uma pizza gelada, sobra do dia anterior que atire a primeira calabresa), almoço naquele dia corrido ou jantar. A pizza não foi criada no Brasil, mas o País incorporou a receita ao seu dia-a-dia de tal forma que é difícil encontrar alguém que não goste.

É tanto que, hoje, celebra-se em todo o território nacional o Dia da Pizza. A data foi criada, há quase 30 anos, em São Paulo, pelo então secretário de Turismo, Caio Luís de Carvalho. Na época, a cidade realizava um concurso para escolher as melhores receitas de mussarela e marguerita. O resultado foi divulgado em 10 de julho de 1985, dia escolhido para homenagear o prato, cuja criação remete a seis mil anos atrás.

A primeira pizza (ou piscea), consumida por hebreus e egípcios, consistia numa massa fina semelhante ao que conhecemos atualmente como pão sírio. Coube aos italianos, que levaram a fama pela criação da pizza nossa de cada dia, incrementar a receita com molho de tomate e coberuras diversas. Foram eles também que a disseminaram pelos quatro cantos do planeta. Para onde quer que migrassem a receita ia junto e, claro, fazia sucesso.

E, como hoje é o dia dela, nada melhor que escolher a sua pizzaria preferida e se entregar a esse prazer sem culpa. O Portal Sabores preparou um roteiro para celebrar em grande estilo. Afinal, se é para sair da dieta que valha a pena.

Gosta de massa fina? Então o seu destino hoje é o Vignoli. As pizzas ali são comidas com a mão e recebem coberturas como rúcula e tomate seco, shitake, calabresa, peito de peru e mango chutney, queijo brie e damasco, bacon, carne de sol e queijo coalho.

Se a ideia é não gastar muito, o Vila Mosquito tem um ótimo custo-benefício. O cardápio lista receitas tradicionais, como calabresa e marguerita, mas também outras mais elaboradas como a que combina peito de peru, mango chutney, finas rodelas de abacaxi e raspas de casca de limão siciliano.

Já para quem quer sentir-se mais perto ainda da Itália, duas sugestões: Itália da gabriele e La Bella Italia, na Praia de Iracema. Os dois restaurantes estão separados por um quarteirão e qualquer que seja a escolha ela será certeira. No primeiro, há até pizzas sem queijo, como é comum no país em forma de bota, e outras feitas com linguiça moída. No segundo, opções típicas e também criações específicas para o paladar cearense.

Os que querem fugir do formato tradicional encontram no Laredo pizza no metro. Dependendo da fome, pode-se pedir a partir de 50 centímetros. Há opções salgadas e doces.

E aí, tem mais alguma sugestão? Concorda que pizza até quando é ruim é boa? Conta pra gente nos comentários e feliz Dia da Pizza!

Serviço:
Vignoli
Rua Prof. Dias Da Rocha, 430, esquina com Rua República do Líbano, Aldeota
Rua Frederico Borges, 125, Varjota
Av. Virgilio Távora, 10, Meireles
Contato: 3267-9450
Funcionamento de segunda à segunda, das 18h às 0h e, nas sextas e sábados, até 1h

Vila Mosquito
Rua Antônio Augusto, 786, Aldeota
Contato: (85) 3226-7422/3252-4010
Funcionamento de terça a domingo, das 18h à 0h

Laredo
Avenida Santos Dumont, 2390, Meireles
Contato: (85) 3261-8666/3244-0006
Funciona todos os dias, das 12h à 0h

Itália Gabriele
Avenida Historiador Raimundo Girão, 36, Praia de Iracema
Contato: (85) 3219-4993
Funciona todos os dias, de 18h30 à 0h

La Bella Italia
Avenida Almirante Barroso, 812, Praia de Iracema
Contato: (85) 3219-2166
Funciona todos os dias, das 18h à 0h. Aos domingos, também abre para almoço, de 12h às 16h
 

Colunistas

Ver tudo
28 de novembro de 2019

As “cervezas” dos “hermanos”: cenário e cervejas na Argentina

Autor: Samuel Magalhães (@SamCervas)

31 de agosto de 2019

Fim de férias no delicioso Hotel Parque das Fontes de Beberibe

Autor: Patrícia Ferreira (Gourmet Fortaleza)

css.php