9, setembro, 2013

Refeição completa: combinação de carnes com massas

Se incluir salada, legumes e verduras, o prato fica ainda mais nutritivo

 

Spaghetti ao molho de frango com palmito
Spaghetti ao molho de frango com palmito

O macarrão é um dos pratos preferidos do brasileiro, de acordo com pesquisa feita pela Consultoria GlobeScan para a ONG britânica Oxfam. E não é difícil entender o motivo, afinal, são diversos formatos que podem ser combinados com inúmeros acompanhamentos, entre eles, as carnes branca e vermelha. A criatividade dos ingredientes é fundamental para transformar a macarronada em um prato completo, com vitaminas, minerais e fibras, explica a nutricionista Fabiana Fontes, da Equilibrium Consultoria, consultora da Marca Fortaleza.

Além de incluir saladas, legumes cozidos e verduras refogadas, a combinação da massa com carnes deixa o prato equilibrado: rico em carboidratos, proteínas e com um índice glicêmico menor quando comparado a uma refeição exclusivamente composta por massa. “Esta mistura tão saborosa proporciona maior saciedade e faz com que a taxa de açúcar do sangue permaneça mais estável. Outro ponto favorável é que o metabolismo irá gastar mais energia durante o processo digestivo facilitando o controle do peso”, explica Fabiana.

Mas entre a carne vermelha e a branca, qual é a melhor escolha para combinar com o macarrão? Na verdade ambas podem ser usadas sem problemas. As carnes (tanto brancas quanto vermelhas) fazem parte do grupo das proteínas de origem animal, que segundo o Guia Alimentar da População Brasileira, divulgado pelo Ministério da Saúde (MS), devem ser consumidos em duas porções diárias, no almoço e no jantar, sem restrição de idade. As quantidades é que variam.

A recomendação é que a porção para crianças de ambos os sexos, de até 9 anos, seja em torno de 2 porções diárias de 30g (2 pedaços). A partir dos 9 aos 30 anos, a recomendação é de 2 porções de 65g para mulheres e 2 porções de 75g para homens, ou seja, a porção deve ter o tamanho médio da palma da mão. Dos 31 aos 70 anos, a indicação é de 2 porções de até 120g para mulheres e até 150g para homens.

Destaque para a ressalva da nutricionista referente às carnes vermelhas: usar cortes magros como alcatra, patinho, lagarto e maminha. Espaguete com molho à bolonhesa, ou mesmo com almôndegas, é uma deliciosa sugestão.

Já as carnes brancas contêm menor quantidade de gorduras saturadas e por isso devem estar com mais frequência na alimentação. Um filé de pescada feito com molho de ervas finas combina muito bem com um espaguete ao alho e óleo. Um peito de frango desfiado com legumes é uma ótima combinação de molho para um prato de Penne ou de Parafuso Fortaleza. “Combinar as carnes com um prato de massa pode ser muito saboroso. O ideal é assar, grelhar ou cozinhar as carnes, pois deixa a refeição leve e de mais fácil digestão”, ressalta a nutricionista.

 

Colunistas

Ver tudo
28 de novembro de 2019

As “cervezas” dos “hermanos”: cenário e cervejas na Argentina

Autor: Samuel Magalhães (@SamCervas)

31 de agosto de 2019

Fim de férias no delicioso Hotel Parque das Fontes de Beberibe

Autor: Patrícia Ferreira (Gourmet Fortaleza)

css.php